Cinco profissões e a aposentadoria especial

A atividade de frentista é uma das profissões que concede aposentadoria especial

A aposentadoria especial é um benefício concedido ao cidadão que está continuamente exposto a agentes nocivos à saúde (como calor ou ruído). Também cujos níveis de exposição são superiores aos limites estabelecidos em regulamentação específica.

Após completar 25, 20 ou 15 anos de contribuição, é possível se aposentar, dependendo das substâncias perigosas. Além do tempo para pagar, o cidadão deve trabalhar pelo menos 180 meses.

Consulte o Meu INSS

Cinco profissões e aposentadoria especial

Frentistas: Além de inalarem constantemente gases tóxicos, também representam um risco constante de acidentes ao reabastecer os veículos.

Mecânicos: Contato contínuo com combustível, solventes, graxas, óleo, calor e muito barulho. Nesse grupo, além de outras condições insalubres, também existem algumas substâncias cancerígenas.

Auxiliar de Enfermagem: Embora o contato com substâncias nocivas não seja permanente, o contato direto entre técnicos e auxiliares de enfermagem e pessoas infectadas pode causar riscos à saúde, portanto, eles têm direitos especiais de aposentadoria.

Farmacêutico: Eles têm contato direto e diário com vários pacientes, além da exposição a vírus, fungos, que estão presentes em ambientes clínicos — hospitalares.

Engenheiros: O profissional precisa comprovar se está em contato com agentes nocivos à saúde (incluindo laudos, exames médicos e outros).

Leia sobre o adicional de 25%

(* Com informações do Jornal Contábil – Leia mais aqui


Veja também na RIAAM-ES


Compartilhe em suas redes sociais:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos Posts